Search
  • Nuno Salema

Corona Virus: how to manage the new life style. (Versão Portuguesa no Final do Artigo)

Inspired by our H.E.A.L. Model, these are the 6 steps that will guide you through your journey in these troubled times.


1. SACRED SPACE

During our busy lives, we actually spend very little hours in our homes. Now that we have time to be in our nest, invest your energy in making it a space that nourishes your being and reflects who you are. It will serve as an invitation to connect with yourself on a deeper level.


2. EMBODIED PRESENCE

Connect with yourself on every level - physically, emotionally, mentally and spiritually. Start a workout practice to reinforce your immune system and regulate your potential anxiety and excessive energy.

Be aware of your physical sensations. Meditate by focusing on your breath, allowing yourself, through each exhalation, to relax. This will bring you a feeling of safety. If you feel healthy, go for a run or take a walk in the woods. Connect with nature.



3. DEEP LISTENING

As you invest time in nourishing your outer and inner space, you will open to a state of deeper listening. Observe what is surfacing in you. This is a time of slowing down from your professional routines but it can also be an invitation to connect with your suppressed creative impulses. Read, write, draw and paint, express and move with the sound of music, take care of your plants and flowers, cook your favorite foods. It’s the moment for your creative self-expression to take the lead.


4. EMPHATIC RESONANCE

In such a crisis, we are all faced with our fears. We fear for our health, for the health of our children and family, we fear for our financial sustainability and so on. You don’t have to go through it on your own. Share with your partner or close family members, call your friends, skype with someone you trust.

On the other hand, be there for others. Ear them out, support them and share what is helping you to go through this experience. Create a support network where your needs, thoughts and emotions can be held.


5. AUTHENTICITY

When our fears are triggered, we either try to suppress it or we face it. By acknowledging our fears we will connect with our vulnerability. Allow yourself to inhabit and explore this state and observe what comes to you during the process. There is so much potential in embracing what is beyond our false sense of control and power. Once we drop our professional, busy and overactive persona, what is it that remains? Once you come to a deeper connection with yourself and you start expressing your creativity, bring it into connection with your partner, into the relationship and playfulness with your children and into the sharings you have with your friends. Allow yourself to be seen in ways that you usually don’t show and share it with others.


6. ENCOUNTER

This is the moment to come closer to your loved ones. The moment to strip from all the weight you’ve been carrying, from all the demands you’ve been trying to fulfill and from all the unnecessary stress you’ve been exposed to. Sit, laugh, eat and cry with the people that are most important to you. Even if they are not physically next to you, they are reachable. Don’t hold back.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Inspirado nos 6 Princípios do nosso modelo H.E.A.L., partilhamos os passos que te ajudarão a atravessar este período conturbado pelo vírus Corona.


1. ESPAÇO SAGRADO

Devido ao ritmo alucinante das nossas vidas, poucas são as horas que passamos em casa. Agora que temos a oportunidade de desfrutar do nosso lar, investe tempo e energia em tornar a tua casa num espaço nutridor para ti e para a tua família. Torna o espaço que habitas um reflexo do teu mundo interno. Servirá como um convite para te conectares contigo mesmo/a a um nível mais profundo.


2. PRESENÇA INCORPORADA

Conecta contigo mesmo/a a nível corporal, emocional, mental e espiritual. Começa uma práctica diária de exercício físico para reforçar o teu sistema imunitário e regular a tua ansiedade e energia. Toma consciência das tuas sensações físicas. Medita, colocando o foco na tua respiração e permitindo que, em cada exalação, possas relaxar um pouco mais. Dar-te-á uma sensação de bem-estar e tranquilidade. Se te sentes saudável, corre ou caminha na natureza. Privilegia essa conexão.


3. ESCUTA PROFUNDA

Ao nutrires ambos os espaços que habitas - externo e interno – irás ficar disponível a um estado de escuta mais profunda. Nesse lugar, observa aquilo que emana em ti. Este é um momento de abrandamento das nossas obrigações profissionais que pode ser, em igual medida, uma oportunidade para conectar com os teus impulsos criativos. Lê, escreve, pinta e desenha, toca instrumentos, move-te ao som de música, cuida das tuas plantas, cozinha os teus pratos favoritos. Este é o momento para darmos expressão à nossa criatividade.


4. RESONÂNCIA EMPÁTICA

Numa altura como esta, todos somos confrontados mais tarde ou mais cedo com determinados medos. Tememos pela nossa saúde, pela saúde das pessoas que mais amamos, tememos pela nossa segurança financeira e por aí em diante. É importante que não experiencies tudo isto sozinho/a. Partilha com o teu companheiro/a, com membros da tua família, liga para os teus amigos ou faz uma vídeo-chamada para alguém que confies.

De igual modo, procura estar presente para as pessoas que te são próximas. Escuta-os com atenção e partilha com eles aquilo que te tem ajudado ao longo deste processo. Cria uma rede de suporte onde tu e os demais possam sentir-se acolhidos emocionalmente.


5. AUTENTICIDADE

Sempre que os nossos medos são despoletados, temos duas opções: suprimi-los ou encará-los. Reconhecermos o medo que nos habita num determinado momento, coloca-nos em contacto com a nossa vulnerabilidade. Embora seja desafiante, é uma oportunidade de crescimento. Permite-te experienciar e explorar esse estado e observa o que surge nesse processo. Há um grande potencial de descoberta quando nos abrimos ao que está para lá da nossa ilusão de controlo e de omnipotência. O que permanece em nós quando abdicamos da nossa persona profissional, altamente produtiva e eficiente? Neste processo de reconexão contigo mesma/o e de expressão da tua criatividade, conecta com o teu parceiro ou a tua parceira a partir desse lugar, interage e brinca com os teus filhos a partir desse lugar. Permite-te tomares formas e mostrares-te de maneiras que habitualmente não o fazes.


6.

ENCONTRO

Este é um momento de aproximação àqueles que mais amamos. É o momento para nos aliviarmos da carga em excesso que temos carregado, de nos desligarmos das exigências exacerbantes a que temos procurado corresponder e de nos distanciarmos do stress tóxico a que temos estado expostos. Senta-te, ri, come e chora na companhia das pessoas que são mais importantes para ti. Mesmo que elas não estejam presentes fisicamente, elas estão ao teu alcance. Dá esse passo.


Art Work by Filipa Dias

5 views

©2018 by Nuno Salema